França declara guerra ao Estado Islâmico


Assistimos todos assustados aos ataques terroristas promovidos pelo Estado Islâmico na última sexta-feira, dia 13 de novembro, em Paris. Mais de 130 pessoas morreram em um dos piores ataques terroristas já realizados em um país do ocidente. O presidente da França, François Hollande, declarou ontem guerra contra o grupo terrorista Estado Islâmico e lançou um ataque contra uma das cidades da Síria conhecida por ser a capital do Estado Islâmico.

O Estado Islâmico (também conhecido como ISIS, do inglês Islamic State of Iraq and Syria) é um grupo terrorista dissidente da Al-Qaeda que atua na Síria e no Iraque. O objetivo do Estado Islâmico é criar um Estado muçulmano que inclua as zonas sunitas do Iraque e da Síria. Infelizmente esse só é mais um grupo na Síria que ataca com extrema violência a própria população com requintes de crueldade, com o objetivo de causar o terror e tomar o poder.

Assim como outros grupos terroristas, o Estado Islâmico está infiltrado em diversos países do mundo, e ameaça os países do ocidente que combatem na Síria o seu progresso. Entre os países da coalizão estão Estados Unidos, Inglaterra e França. Agora, com a intensificação dos ataques aéreos contra o Estado Islâmico, fica o medo da população de novos ataques terroristas contra os países aliados.

Para entender melhor o que está acontecendo na Síria e no mundo vale a pena ouvir a entrevista que fizemos com uma cidadã Síria, que explica a atual crise de refugiados e a ação do Estado Islâmico. Para ouvir, basta clicar aqui ou acessar vidaestudantil.com/vecast4.