Como fazer ciência


Ahhh… A ciência. Temos muito a agradecer por todos os avanços científicos que a humanidade conquistou principalmente no último século. Mas você já se perguntou como se faz ciência?

A ciência, também conhecida como pesquisa, é realizada comumente em laboratórios alocados em empresas públicas, privadas, universidades e centros de pesquisa e pode ser dividida em duas grandes categorias: pesquisa teórica e pesquisa de aplicação.

Pesquisa teórica

 

Geralmente, um pesquisador teórico está alocado em uma universidade ou centro de pesquisa e procura estender o conhecimento teórico a partir do conhecimento que a humanidade já construiu. Assim, esse tipo de pesquisa é feito estudando-se uma área da ciência, analisando-se as principais publicações de outros cientistas a respeito e propondo novas abordagens para problemas conhecidos que ainda não foram solucionados.

Pesquisa de aplicação

 

Muitas pesquisas de aplicação são financiadas por empresas, que estão em busca de novos produtos, ou de novos processos ou métodos de fabricação que diminuam seu custo de produção, tornando-as mais competitivas no mercado. Isso não quer dizer que os centros de pesquisa e universidades não participam dessa busca. Muitas empresas assinam convênios ou projetos de pesquisa e desenvolvimento com essas instituições.

Outro interessado em pesquisas de cunho prático são os governos, através dos centros de pesquisa e universidades. Esse interesse é também motivado pela redução de custos e novas descobertas. Pense, por exemplo, em como a população é beneficiada, a partir do sistema de saúde, pelo uso de vacinas.

As publicações

 

Existem dois principais meios que os cientistas usam para divulgar suas pesquisas: congressos e revistas especializadas. Nos congressos, os pesquisadores enviam seus trabalhos, que são revisados e podem ser aceitos ou não. Sendo aceitos, um dos autores do artigo deve então apresentar seu trabalho no congresso, que é um evento com duração de alguns dias, projetado para reunir os principais pesquisadores de alguma área da ciência. Dessa forma, o congresso é uma maneira do cientista apresentar suas conclusões e receber críticas e sugestões sobre o seu trabalho, além de também poder contribuir e criticar os demais trabalhos apresentados no congresso. Os artigos de congresso têm o tamanho normalmente de 6 a 8 páginas e, em alguns casos, são escritos em coluna dupla.

A segunda maneira usada por pesquisadores para divulgar suas pesquisas é através da publicação em revistas especializadas. Nessa publicação, o pesquisador apresenta os resultados de sua pesquisa obtidos nos últimos anos de seu trabalho. Uma vez aceito, o artigo é publicado e pode, assim como os artigos do congresso, ser usado como referência bibliográfica por outros pesquisadores. As publicações em revistas são maiores que as realizadas para congressos, permitindo que o autor tenha mais espaço para apresentar seus resultados, o que faz com que essas publicações sejam muito importantes para a comunidade científica.

A pesquisa científica é fundamental para o progresso humano. Hoje, você só pode ler esse post em seu monitor, tablet ou celular, graças a descobertas científicas, muitas vezes obtidas após anos de estudos, experimentos e testes em laboratórios.

Em outros posts ou programas, abordaremos outros aspectos sobre como fazer ciência. E tem mais, em breve lançaremos novos recursos mostrando como os congressos são organizados.