O que é TeX (e seus amigos)? – CL 1


cl1_post

 

Afinal, o que é TeX? Nesse episódio piloto do Café com LaTeX, eu apresento o que é  TeX e outros programas relacionados, como o LaTeX, e como começar a usá-los para produzir documentos com qualidade profissional.

Antes de continuar, é importante dizer que boa parte das informações compartilhadas aqui são traduções dos recursos disponibilizados pela Comprehensive TeX Archive Network (CTAN).

 

O que é TeX?

 

 

\TeX e outros programas relacionados, como o \LaTeX são sistemas criados para realizar a tipografia (arte e processo de composição na criação de textos) de documentos criados em computador. Esses programas são muito conhecidos pela facilidade e habilidade em criar artigos matemáticos e científicos ou outros documentos de difícil tipografia, como textos muito longos e documentos escritos em mais de uma língua. Você pode se questionar, qual é a dificuldade de se produzir textos escritos em mais de uma língua? Ora, pense que no português nós temos acentuações, separação de sílabas e cedilha que não existem na língua inglesa. Agora, imagine a dificuldade de, usando o mesmo computador, e o mesmo teclado,  produzir textos com diferentes línguas que usam diferentes sinais de acentuação. Sem ao menos uma catalogação dos símbolos a serem usados, essa seria uma tarefa no mínimo complicada.

 

O objetivo de sistemas baseados em \TeX é criar textos da mais alta qualidade tipográfica. Essa qualidade é fundamental para trabalhos de alta complexidade em que o entendimento do conteúdo depende muito da clareza de sua apresentação. Além disso tudo,  \TeX é software livre, podendo ser instalado em (quase) qualquer computador usado atualmente.

 

Se você ainda não se convenceu, saiba que os sistemas \TeX se tornaram tão vantajosos que hoje eles são a ferramenta de comunicação padrão nas ciências. Como exemplo, várias sociedades profissionais, como a Sociedade Americana de Matemática (American Mathematical Society), adotaram o \TeX como formato preferido. Além disso, várias áreas acadêmicas, como as humanidades e ciências sociais usam o \TeX largamente.

 

Na prática, qual é a principal diferença entre sistemas TeX e outros processadores de texto?

 

A forma como o \TeX funciona é o que garante a ele a maior flexibilidade e qualidade na produção de textos complexos. Para deixar isso claro, vamos comparar como os usuários de sistemas diferentes, o de um processador de texto comum, como Word, e o usuário de um sistema \TeX, iniciariam um capítulo novo, chamado de “Capítulo 2: Fundamentos” em seus respectivos documentos. O usuário de Word provavelmente teclaria o Enter duas vezes, em seguida escreveria “Capítulo 2: Fundamentos”, então iria selecionar esse texto com o mouse e escolher uma opção de formatação que fosse mais adequada. Caso essa opção não exista, o usuário teria que mudar o tamanho da fonte, colocar o texto em negrito, talvez mudar a fonte para deixar mais destacada, entre outras possíveis opções de formatação, teclaria mais duas vezes o Enter para então começar a escrever o conteúdo do capítulo. O usuário do \TeX simplesmente escreveria “\chapter{Fundamentos}” e em seguida daria início ao conteúdo do capítulo. Eu sei que existem formas de tentar automatizar programas como o Word. O problema é: o usuário comum sabe realizar essa automação com facilidade?

 

A facilidade do \LaTeX é possível porque, diferente de outros processadores de texto, o \TeX separa a produção de documentos em etapas. Processadores de texto comuns são usualmente referidos como WYSIWYG, que é um acrônimo em inglês que corresponde a “What you see is what you get” (o que você vê é o que você tem, tradução livre), o que descreve o processo de produção de textos em que o usuário deve não apenas digitar o conteúdo, mas também formatá-lo da forma como ele deve ser impresso ou aparecer na tela ao final do processo. Sistemas \TeX separam a entrada de conteúdo da formatação. O conteúdo é criado pelo usuário e a formatação é realizada ao final pelo computador a partir de algoritmos que produzem um arquivo final em, por exemplo, PDF. Talvez a melhor forma de se entender como o sistema TeX funciona é pensar nele como uma linguagem de programação para a produção de textos. E o próprio presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou que a programação será a linguagem do futuro.

 

É importante notar que a forma como o \TeX produz documentos evita alguns problemas que são eram muito comuns aos demais processadores de texto, como incompatibilidade de fonte entre arquivo e impressoras, e a falta de portabilidade de documentos. Lembre-se que um arquivo .docx (extensão comum de arquivos do Word) não pode ser aberta em versões mais antigas do mesmo programa, o que dificilmente ocorre com textos produzidos em \TeX.

 

10 razões para começar a usar TeX (ou LaTeX)

 

1. Qualidade do resultado final

 

Documentos escritos em LaTeX, principalmente os mais complexos como textos com muitas equações matemáticas, figuras, tabelas, referências cruzadas ou hiperlinks, possuem qualidade profissional. Mesmo documentos mais simples, como esse exemplo usado na página do CTAN sobre TeXO texto da primeira coluna foi escrito em Word e o da segunda coluna foi produzido utilizando-se TeX.  Note a segunda e terceira linhas do segundo parágrafo. No caso do Word, na segunda linha o espaçamento entre as palavras é maior que no restante do texto, já o espaçamento entre as palavras da terceira linha é menor que no restante do texto. O mesmo fenômeno não ocorre no texto em TeX, onde o espaçamento parece o mesmo em todas as linhas, o que torna a leitura mais agradável e rápida.

 

2. TeX é o melhor em tipografia

 

Documentos técnicos são muito mais fáceis de ser produzidos em TeX. Equações matemáticas são esteticamente mais apresentáveis, o que garante a leitura direta e mais fluída do documento. Além disso, TeX  continua sendo desenvolvido pela comunidade, diminuindo a quantidade de bugs.

 

3. TeX é rápido

 

Em computadores atuais, TeX é ridiculamente rápido, consumindo pouca memória e espaço em disco.

 

4. TeX é estável

 

TeX tem sido desenvolvido por anos e anos e testado por milhões de pessoas todos os dias. E como o TeX é uma espécie de linguagem de programação, isso faz com que um documento produzido hoje posse ser aberto e editado daqui a 10 ou 15 anos.

 

5. TeX não é rígido

 

TeX pode ser ampliado e melhorado. Usuários podem desenvolver estilos e classes de documentos para adicionar funcionalidades. O LaTeX é um exemplo categórico da possibilidade de expansão do sistema.

 

6. Você se preocupa apenas com o conteúdo

 

Como usuário, você pode deixar a formatação por conta do seu computador. Isso faz com que o TeX garanta um aumento considerável na produtividade. Imagine só se preocupar apenas com o que você tem a dizer e deixar o como , ou a forma como o texto aparece, nas mãos do computador!

 

7. O resultado final pode ser qualquer coisa

 

Ao usar TeX o resultado final do seu trabalho pode ser convertido como PostScript, PDF, ou HTML. Ainda que no futuro um desses formatos mude, ou surjam outros, produções em TeX poderão ser convertidas para esses formatos. E o texto original? Permanece o mesmo, porque nele o usuário apenas entra com o conteúdo e os comandos necessários para que o computador produza uma versão de impressão do trabalho.

 

8. TeX é gratuito

 

O código base TeX é aberto e todos os demais componentes principais também são gratuitos.

 

9. TeX roda nos principais sistemas

 

Existem distribuições e editores TeX para os principais sistemas operacionais atuais, seja Windows, Macintosh e uma variedade de distribuições Linux.

 

10. TeX é o padrão

 

Muitos cientistas conhecem TeX. Diversas revistas científicas e congressos disponibilizam classes e modelos em TeX para facilitar a vida de autores que queiram submeter seus trabalhos para serem publicados ou apresentados em congressos.

 

Legal, mas…

 

como faço para começar a usar esse sistema e também produzir trabalhos com qualidade profissional me preocupando apenas com o conteúdo? Basta continuar acompanhando o Café com LaTeX. No próximo episódio vou compartilhar como instalar uma distribuição LaTeX, um editor e as configurações necessárias para começar. Não perca, até lá!

 


Apresentação

 

Felipe Cabral

@felipecabralVE

 

Assine um de nossos podcasts

Feed do Café com LaTeX

http://vidaestudantil.com/clfeed

Feed do VECast

http://vidaestudantil.com/vefeed

Feed Geral

http://vidaestudantil.com/podcastsfeed

 

Acompanhe o vidaestudantil.com nas redes sociais

Facebook;

Twitter;

Instagram;

Youtube;

Comentários, dúvidas e sugestões

cafecomlatex@vidaestudantil.com

Crédito da música de fundo

 

Artist: Dhalius,
Track: “CoffeSong”,
Website: shrecords.wordpress.com,
Email: kreativaweb@gmail.com